Guardar dinheiro: 5 dicas para quem quer começar

Cerca de 80% dos brasileiros não conseguem poupar, saiba quais são as estratégias para tornar a prática possível.

dicas-guardar-dinheiro 2024
Foto: Freepik 

 

Guardar dinheiro deve se tornar um hábito para quem pretende criar uma reserva de emergência e realizar sonhos materiais, seja comprar um carro, fazer uma viagem, sair do aluguel ou, até mesmo, renovar o guarda-roupa. No entanto, para muitos brasileiros a tarefa pode não ser tão fácil quanto parece.

Pesquisa realizada pelo Instituto Axxus, em parceria com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), revelou que, aproximadamente, 80% das pessoas no Brasil não poupam dinheiro. Outro levantamento, conduzido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), constatou que 69% dos brasileiros não conseguem fazer uma reserva de emergência

ATUALIZADO 2024

Os motivos que explicam a dificuldade são diversos, mas o mais comum entre eles é a falta de planejamento e organização. Felizmente, há dicas que podem ajudar aqueles que querem começar a criar o hábito de guardar dinheiro.

Entre as orientações dadas por órgãos ligados às finanças estão a compreensão sobre o orçamento familiar, o que significa entender a renda e os gastos mensais; a elaboração de metas claras que sirvam como motivação para criar o hábito de guardar dinheiro; e o interesse em conhecer sobre investimentos, o que inclui as características dos produtos financeiros, as variáveis que interferem no comportamento de cada um deles e os índices de desempenho. Para isso é importante acompanhar a movimentação da taxa de juros Selic, da inflação, do câmbio e fazer a consulta Ifix cotação, por exemplo.

2024 2024

Conheça o orçamento familiar

Segundo a Abefin, o primeiro passo para que guardar dinheiro se torne um hábito é a compreensão sobre o orçamento familiar. Na prática, significa entender a relação entre o salário e as despesas do mês. Embora pareça óbvio, muitas pessoas acabam gastando mais do que ganham, o que causa desequilíbrio financeiro.

Veja também:  Seguro DPVAT - Como Receber, Valor

Dessa forma, é importante listar todas as fontes de renda fixa e os valores de fontes variáveis, incluindo a frequência que o capital entra no orçamento. A partir disso, deve-se analisar os gastos do mês.

Uma dica é começar pelas despesas fixas, como aluguel, condomínio e internet, para depois partir para as variáveis, sempre estabelecendo uma margem para que nada fuja do controle.

Com essas anotações fica mais fácil saber como economizar para garantir que sobre dinheiro no fim do mês e, assim, definir quanto será guardado por mês. O conhecimento sobre a própria realidade financeira dá mais segurança para estabelecer as melhores estratégias.

Estabeleça metas claras

Quem quer guardar dinheiro precisa, antes de mais nada, ter objetivos bem estabelecidos, segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). As metas financeiras são o segredo para facilitar que a prática se torne um hábito.

Nesse processo, é importante definir se o dinheiro guardado será para criar uma reserva de emergência ou realizar algum objetivo material. Se a resposta for a segunda opção, é imprescindível considerar metas realistas e definir se elas serão de curto, médio ou longo prazo.

Comprar um imóvel exige um comprometimento financeiro por muitos anos, portanto, é um objetivo de longo prazo. Já uma viagem, dependendo do destino, pode ser alcançada em poucos meses, por isso, pode ser considerada uma de curto ou médio prazo.

Estabelecer metas é fundamental para manter o foco e a motivação para juntar dinheiro. Com os objetivos bem definidos, é importante pesquisar o valor necessário para realizá-los e, em seguida, fazer as contas para saber qual será a quantia guardada todo mês.

Conheça os tipos de investimentos

O mercado de investimentos financeiros é amplo e apresenta uma variedade de opções para quem quer fazer o dinheiro economizado render. Os investimentos são uma boa alternativa, mas é fundamental conhecê-los, pois cada um apresenta suas próprias características.

Se a meta é criar uma reserva de emergência, é importante que o dinheiro esteja acessível a qualquer evento inesperado. Por isso, é indicado optar por um investimento com liquidez diária e que ofereça uma boa rentabilidade.

Veja também:  Reciclagem de Caixa de Ovos

Segundo a Anbima, a educação financeira é fundamental para acelerar as conclusões de metas e evitar problemas durante o percurso. Para expandir o conhecimento, é possível assistir vídeos no Youtube, ouvir podcasts, ler conteúdos na internet e até fazer cursos voltados para o assunto. A orientação é buscar informação de fontes oficiais e confiáveis.

Comece por pequenas quantias

De acordo com a Abefin, muitas pessoas deixam de guardar dinheiro, pois esperam ter um valor considerável para iniciar o processo. A ideia pode contribuir para postergar a realização de metas pré-estabelecidas. Para evitar o problema, a dica é começar a guardar  pequenas quantias.

Para quem está começando, o método é o mais eficiente, pois faz com que as pessoas entendam que conseguem guardar dinheiro. Ao longo do tempo, os valores podem aumentar, conforme o maior controle do orçamento.

Mantenha o controle financeiro

Um dos pontos fundamentais para se ter sucesso em tornar a prática de guardar dinheiro um hábito é manter o controle financeiro. Mesmo tendo um dinheiro disponível guardado, é importante não gastar mais do que se tem e, assim, evitar o endividamento.

Se, todo mês, a pessoa acompanha as entradas de dinheiro, visualiza cada gasto e como estão seus investimentos, segue economizando e mantendo o planejamento financeiro, os resultados serão positivos.

AtualizadoAtualizado Net

Aqui você encontra muito conteúdo de qualidade, nossos redatores estão sempre em busca das novidades mais interessantes da internet e de tempos em tempos revisamos nosso conteúdo para ficar sempre atualizado!